“Continuo buscando, re-procurando. Ensino porque busco, porque indaguei, porque indago e me indago. Pesquiso para conhecer o que ainda não conheço e comunicar e anunciar a novidade”.

Paulo Freire


terça-feira, 22 de janeiro de 2013

Atividade para Inicio de Ano Letivo - Conheça seus alunos - “Como Meu Aluno Aprende?”

Saber “como o aluno aprende” – facilita o trabalho do professor e se obtém melhores resultados.

Há três Estilos de Aprendizagem:

1 -alunos visuais – 2-  auditivos – 3- cinestésicos

Veja nesta nesta postagem as características de cada Estilo de Aprendizagem ( os conceitos estão na postagem anterior – clicar > Aqui, para ler).

-Características das pessoas que aprendem de acordo com o Estilo Visual:

1- Alunos Visuais:

• Falam Rápido

• Nota-se um cuidado com higiene e organização.

• Frequentemente respondem às perguntas com um simples sim ou não.

• Gostam de fazer rabiscos ou caricaturas enquanto o professor está dando uma aula expositiva.

• Observam os detalhes do ambiente.

• Procuram ler com tanta rapidez que cometem pequenos erros, omitem palavras, se perdem na sequencia, demonstrando desinteresse ou pressa de terminar logo.

 

• Memorizam através de associações visuais.

• Lembram o que viram, melhor do que aquilo que ouviram.

• Não se distraem facilmente com o barulho, conseguindo manter o foco da atenção.

• Tem problemas para lembrar instruções verbais..

• Gostam mais de artes plásticas do que de música.

• Às vezes saem de sintonia quando o negócio é prestar atenção durante muito tempo.

• Preferem fazer uma demonstração física a fazer uma interpretação, ou discorrer sobre qualquer assunto.

• Comumente sabem o que tem de dizer, porém não conseguem pronunciar as palavras corretas.

• Uma dica para o professor: para esses alunos o ideal é falar rápido.Veja outras dicas de atividades na próxima postagem.

2- Pessoas Auditivas

• Conversam sozinhas enquanto estão trabalhando.

• Gostam mais de piadas contadas do que de mímica e de trejeitos cômicos.

• Distraem-se facilmente com o barulho, demonstrando grande dificuldade de se concentrarem (são aqueles alunos que o professor acaba por colocar perto da sua mesa). O que chega ao ponto de não ter mais espaço: veja depois como trabalhar com cada tipo de aluno, como agrupá-los e quais atividades vai alcançar todos os alunos.

• Tem problemas com projetos que envolvam visualização como, por exemplo, cortar algo em pedaços para fazer alguma montagem.

• Mexem os lábios e pronunciam as palavras enquanto estão lendo.

• Gostam de ler as coisas em voz alta e ouvir o que estão dizendo.

• Adoram discutir e entram em longas descrições.

• Aprendem melhor quando ouvem e lembram com mais facilidade o que foi discutido do que aquilo que foi mostrado.

• Podem repetir e inclusive fazer imitação do timbre a da intensidade da voz de quem ouviram falar.

• Acham o ato de escrever muito “chato”, porem são muito bons no discurso.

• Apreciam mais a música do que as artes plásticas.

• Podem soletrar ou explicar detalhadamente melhor do que escrevendo as mesmas informações.

• Uma dica para o professor: para esses alunos o ideal é falar em cadência média.

Outras dicas de atividades na próxima postagem.

2- Alunos Cinestésicos

• Falam bem devagar.

• Não conseguem lembrar de localidades e de outros pontos geográficos, a não ser que tenham estado lá recentemente.

• Usam palavras de ação.

• Respondem prontamente a apelos físicos.

• Tocam nas pessoas para poder chamar a sua atenção.

• Não conseguem ficar sentadas quietas durante longos períodos.

• Fazem muitos gestos.

• Sentam-se perto de alguém quando estão falando.

• Usam o dedo como um indicador enquanto estão lendo.

• Memorizam melhor quando estão andando e vendo.

• Aprendem com mais quando estão fazendo ou manipulando  com o concreto.

• Possuem um desenvolvimento muscular precoce.

• Soltam-se continuamente para a movimentação e para o esforço físico.

• Gostam de estar envolvidos em jogos.

• Podem ter uma caligrafia bem feia.

• Uma dica para o professor: para esses alunos o ideal é falar bem pausadamente. Mais dicas de atividades na próxima postagem.

O professor á medida que vai observando seus alunos vai percebendo que alguns possuem mais de um estilo de aprendizagem , o que é bastante comum. O ideal é que todos busquem desenvolver em si os três Estilos de Aprendizagem afim de que possam aprender em qualquer situação de construção do conhecimento. E quanto ao  professor, que a cada assunto que irá ministrar, que pense em estratégias adequadas à cada Estilo de Aprendizagem que encontrará  a cada um de seus alunos.

Há também um teste para identificar estilos de aprendizagem (para alunos e para o professor, afinal todos estamos sempre aprendendo ou não: é bom saber porque se aprende ou porque não se aprende, sempre!) v

Por : Júlia Virginia de Moura – Pedagoga

Fonte de pesquisa:

Estilos de Aprendizagem-Marina da Silveira Rodrigues Almeida

Consultora em Educação Inclusiva

Psicóloga e Pedagoga especialista

Instituto Inclusão Brasil

inclusao.brasil@iron.com.br

 

 

 

 

Um comentário:

  1. Bastante pertinente este material, me ajuda bastante no fazer do meu dia a dia! Parabéns e obrigada!!

    ResponderExcluir

. Não seja apenas um visitante. Deixe seu comentário. Este é um espaço de intercâmbio de conhecimentos Entre educadores, e não apenas de divulgação de informações e conteúdos PARA educadores