“Continuo buscando, re-procurando. Ensino porque busco, porque indaguei, porque indago e me indago. Pesquiso para conhecer o que ainda não conheço e comunicar e anunciar a novidade”.

Paulo Freire


quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Texto Jornalístico e Cartas –È possível cair no Vestibular ou Concursos?

Cartas –Dissertação Argumentativa
       É o tipo de texto mais exigido pelas universidades e tem o objetivo de defender um ponto de vista para o leitor acerca do assunto pedido.

Em primeiro o lugar: colocação de a ideia desenvolvê-la, e concluí-la. Evitar escrever o que já se tem falado muito e usar o senso crítico é importante para produzir um bom texto. É comum usar a terceira pessoa do singular, mas não é proibido escrever em primeira pessoa.
       Esse tipo de texto pode ser usado tanto para fins pessoais, escrever a um amigo, quanto para reivindicações, apoios, pedidos e reclamações. A maioria dos vestibulares que cobra esse gênero o faz no formato carta dissertativa, em que se deve persuadir o leitor da necessidade do pedido escrito no documento, se escreve para um leitor específico, portanto há a necessidade de adequar a linguagem. A dissertação apresenta essa diferença: destinada para um público geral. As características da carta devem ser mantidas: data e local no topo da página, saudação de acordo com o destinatário, corpo do texto e assinatura.Veja modelos de cartas clicando >Aqui.


Textos jornalísticos
       Nesse campo entram os três tipos pedidos: reportagens, editoriais e artigos. A diferença básica entre eles é que o primeiro tem um discurso neutro, enquanto os outros dois são opinativos. O editorial reflete a opinião do jornal ou veículo de comunicação, enquanto o artigo mostra a do autor. No caso da reportagem é preciso escrever fatos e informações de forma objetiva, já nos outros as informações são introduzidas para compor uma argumentação própria. Podem ser Dissertações Expositivas ou Dissertações Argumentativas.

Veja a diferença entre os três tipos e modelos clicando >Aqui

Nenhum comentário:

Postar um comentário

. Não seja apenas um visitante. Deixe seu comentário. Este é um espaço de intercâmbio de conhecimentos Entre educadores, e não apenas de divulgação de informações e conteúdos PARA educadores