“Continuo buscando, re-procurando. Ensino porque busco, porque indaguei, porque indago e me indago. Pesquiso para conhecer o que ainda não conheço e comunicar e anunciar a novidade”.

Paulo Freire


quarta-feira, 25 de abril de 2012

Psicodiagnóstico:passo a passo

Uma investigação pedagógica com fins de psicodiagnóstico se inicia a partir da "queixa do professor" encaminhada à Equipe Multidisciplinar, em que o aluno se encontra em situação de dificuldades acentuadas de aprendizagem, com "suspeita" de déficit cognitivo, após, este aluno ter passado por várias intervenções pedagógicas e de autoestima, tanto pelo próprio professor como pela Equipe, os próximos passos são: avaliação pedagógica- veja postagens anteriores com pontos a serem avaliados(teste da psicogênese, inclusive) e sugestões de atividades avaliativas (com o objetivo de constatar os conhecimentos adquiridos, os em desenvolvimentos e os não adquiridos, em relação à sua idade e série cursada, assim como as dificuldades específicas, já descartadas as possibilidades de limitações causadas pela saúde física e por momentos de conflitos emocionais. O segundo passo muito importante e necessário é a anamnese (também já postada) - que se constitui de uma entrevista com a mãe (de preferência), por ser o familiar que melhor conhece a história do aluno em questão, completando o processo, nas próximas postagens, veja o resultado da avaliação e como ficará formatado o relatório de avaliação pedagógica, em último estágio, com todas as informações que nortearão a avaliação psicológica, neurológica, com o diagnóstico final, e orientações de atendimento pela escola.

Por Júlia Virginia de Moura - Pedagoga

Nenhum comentário:

Postar um comentário

. Não seja apenas um visitante. Deixe seu comentário. Este é um espaço de intercâmbio de conhecimentos Entre educadores, e não apenas de divulgação de informações e conteúdos PARA educadores