“Continuo buscando, re-procurando. Ensino porque busco, porque indaguei, porque indago e me indago. Pesquiso para conhecer o que ainda não conheço e comunicar e anunciar a novidade”.

Paulo Freire


quarta-feira, 4 de abril de 2012

Leitura e Escrita de Números–Sugestão de Atividades

nu
Saber ler e escrever números no sistema decimal (sistema de numeração adotado no Brasil), desenvolve a compreensão de conteúdos matemáticos mais complexos.
Para qualquer conteúdo de matemática que se quer trabalhar é necessário que os alunos saibam ler e escrever números. Portanto é importante deixar os alunos afiados nas capacidades de leitura e escrita de números que estão por toda parte: nos livros, nos jornais, em anúncios, noticiários, games, na mídia de maneira geral, e  se percebe a dificuldade que os alunos do Ensino Fundamental apresentam. E se o aluno não sabe ler e/ou escrever números ele vai apresentar dificuldades nos conteúdos matemáticos.


ab
   O sistema decimal é um sistema de numeração de posição que      utiliza a base dez, em uma numeração de posição, onde os dez algarismos indo-arábico: 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 servem a contar unidades, dezenas, centenas, etc. da direita para a esquerda. E é por aqui que começamos, não importa o nível da turma, se não começar pelo sistema de numeração decimal, não há como o aluno compreender conteúdos matemáticos mais complexos.
É sempre bom lembrar que trabalhar com o sistema de numeração decimal, através de atividades significativas, vai desenvolver, não somente a escrita e leitura de números, como vai mostrar a lógica da construção dos números. Se você quer que seu aluno aprenda, ele precisa compreender matemática para gostar de matemática e gostando, ele aprende.
A lógica da construção dos números é demonstrada quando expressam e representam as quantidades e as medidas que podem ser realizadas nas experiências matemáticas.
nu1
Atividade – Palavras na Construção do Número
1- Os alunos devem escrever no caderno qualquer número até a casa do milhar.
l2
Solicitar que 3 ou 4 alunos – um de cada fila, por exemplo, escrevam á esquerda da lousa, os números que escreveram no caderno, por extenso, em coluna.
2- O professor vai (diante de cada número) mostrar como cada número foi formado por unidade, dezena, centena e milhar – conceituando e mostrando como eles se relacionam entre si, através da própria leitura do número, que cada aluno que escreveu, e lerá, quando o professor solicitar (um por vez).
l3
3- Após o professor colocar na lousa todas as possibilidades de escrita por extenso (dentro do sistema decimal – valor posicional) desses primeiros números dados, aleatoriamente, por 3 ou 4 alunos, ele vai dividir a turma e grupos e solicitar que escrevam números significativos, e coloquem como estão na lousa todas as possibilidades de escrita destes números.
Exemplos:
al
o Número (que representa a quantidade) de alunos da escola;
bro População do Brasil.
o População do Estado da Federação em que moram (população do Distrito Federal)    
df1
o População da cidade satélite, do bairro e etc..
o Pontos de cada elemento do grupo no Jogo Mário Bros – online – Playstation
o Portátil (PSP)- ou no jogo para computador. (Sala de Informática)
mb Mário Bros
o Tampinhas de refrigerantes.
t
 
swMiniaturas – Star wars
pren Miniaturas – prendedores
4- Em um segundo momento destacando o valor posicional, solicitar aos alunos que de outros números escritos em grupos (de alunos), destaquem um número que não ultrapasse a dezena de milhar e altere, se for preciso, repetindo dois algarismos em lugares diferentes. Exemplo: 5474 – pedir que façam mais uma mudança de lugar e escrevam por extenso os novos números que foram formados:
Veja, neste exemplo: a) 5.474 cinco mil, quatrocentos e setenta e quatro – b) cinco unidades de milhar, quatro centenas, sete dezenas e quatro unidades.
Simples.
4.547 a) quatro mil, quinhentos e quarenta e sete; b) quatro unidades de milhar, cinco centenas, quatro dezenas e sete unidades simples.
Dessa forma o aluno percebe que:
No primeiro número:
5.474
O primeiro algarismo quatro (4) valia quatrocentos ou quatro centenas, e o segundo algarismo quatro (4), valia quatro ou quatro unidades simples.
Na troca de lugar, formou-se um novo número:
4.547quatro mil, quinhentos e quarenta e sete.
O primeiro algarismo quatro (4) passou a valer quatro mil ou quatro unidades de milhar, e o segundo algarismo quatro (4) passou a valer quarenta ou quatro unidades.
Essas atividades parecem bem usuais, porém quando usadas com um objetivo definido de desenvolver o exercício mental perceptivo de como ler e escrever números e a variação de valores dos algarismos quando se muda a posição deles no número, os alunos terão uma prontidão para desenvolver a compreensão de vários conteúdos matemáticos. Saber ler, escrever números e perceber o valor posicional com base decimal é pré-requisito para conteúdos mais complexos. Aproveite esta atividade e desenvolva-a, diversificando, explorando dados significativos para os alunos, ao máximo, em várias aulas, faça um projeto, use pesquisas, a técnica de gincanas, Após muita exploração destas atividades de escrita e leitura de números, diversificando ao máximo as atividades.
O professor de matemática do fundamental e superior Antônio Rodrigues Neto, com mestrado na USP, autor do livro “Geometria e Estética- experiência com jogo de Xadrez” assinala que sem as competências de leitura e escrita de números, o aluno terá dificuldade em matemática.
Por Julia Virginia de Moura - Pedagoga
Referência:
Rodrigues Neto, Antônio – Geometria e Estética – experiência com jogo de Xadrez- Editora UNESP – São Paulo

Um comentário:

  1. Que bacana chegar aqui Julia. Seu trabalho é uma graça. E os assuntos muio interessantes. Quanta sugestão legal. já estou te seguindo Sejas bem vinda aos multiplicadores!

    ResponderExcluir

. Não seja apenas um visitante. Deixe seu comentário. Este é um espaço de intercâmbio de conhecimentos Entre educadores, e não apenas de divulgação de informações e conteúdos PARA educadores