“Continuo buscando, re-procurando. Ensino porque busco, porque indaguei, porque indago e me indago. Pesquiso para conhecer o que ainda não conheço e comunicar e anunciar a novidade”.

Paulo Freire


domingo, 20 de novembro de 2011

Projeto: Autonomia, Independência e Aprendizagem - Intervenção e Prevenção- SEAA

Situações de Dificuldade Escolares geram Projetos.
Este projeto surgiu das queixas dos professores, á partir do segundo semestre, principalmente,  de  alunos 1º e 2º Anos, (séries iniciais), quanto á dificuldade de aprendizagem, ao SEAA – Serviço Especializado Apoio á Aprendizagem da Escola.
Os alunos destas séries estão iniciando a vida escolar em processo de adaptação, diversas formas de desenvolvimento, desde a socialização, á rotina permeada de regras e limites, processos psicomotores, dentre outros. Alguns trazem uma bagagem de conhecimentos pré-adquiridos maior, outros menor e alguns chegam ainda com muito pouco de independência, autonomia e maturidade, ferramentas importantes nas aquisições cognitivas da alfabetização.
Os alunos encaminhados ao atendimento demonstram em sala de aula: dificuldades na coordenação motora, desinteresse pelas atividades pedagógicas, suspeita de deficiência intelectual, conflitos emocionais familiares, baixa autoestima…
O Apoio Pedagógico iniciou então um projeto de desenvolvimento da Psicomotricidade e Autoestima que apresentou resultados na estimulação e melhora no desempenho em sala de aula, porém foram resultados insuficientes mas que redirecionaram o projeto á outros fatores que são importantes e necessários á desenvolvimento de habilidades e competências em sala de aula, tais como autonomia e independência.
Uma investigação mais aprofundada mostrou que mais de 60% dos alunos atendidos pela Equipe de Apoio Pedagógico, no convívio familiar ainda não haviam transposto as etapas do desenvolvimento da autonomia e independência, que até os 6 anos já os capacita ao domínio das atividades diárias. As habilidades simples e concretas da vida diária são básicas para o desenvolvimento de outros estágios mais avançados. Os processos de aprendizagem mais complicados são construídos a partir dos mais simples, suporte para os mais complexos e abstratos.(Veja  as postagens deste blog sobre autonomia e independência clicando aqui, e  sugestões de atividades para o desenvolvimento , clicando aqui ).
Os alunos atendidos pelo projeto além das atividades da Psicomotricidade estão em atividades de desenvolvimento da Autonomia  e Independência, veja a publicação de nesta página “Sugestões de Atividades – Desenvolvendo a Autonomia e a Independência”, e numa terceira etapa do projeto foi realizado um “Encontro de Pais”, pelo SEAA – com a psicóloga Carolina de Souza Leal e a  Pedagoga  Julia Virginia de Moura, para orientações e sensibilização no sentido de conscientização da situação de dificuldades  que os filhos estão tendo nestes primeiros anos escolares,  e as causas observadas por falha na função educar da família.
convite com envelope azul
   
capa do convit -ofici                   interior do conv-2
Este foi o primeiro encontro de uma série que vai se alongar para o próximo ano letivo, em que a proposta colocada á família de se trabalhar a autonomia, vai ser avaliada não somente nos próximos encontros, como pelo próprio grau de maturidade e prontidão que os filhos vão demonstrar através do desempenho em sala de aula ou que poderão redirecionar este projeto ás outras intervenções que forem necessárias.
Este Projeto mostra uma das atividades do SEAA: intervenção e prevenção em situações de dificuldades de aprendizagem.
“Nem sempre vemos as crianças que fizeram parte da nossa vida crescerem, mas sabemos que em algum momento,
fomos importantes e necessários na vida delas”
SEAA- Carolina de Souza Leal – Psicóloga
            Julía Virginia de Moura – Pedagoga
Escola Classe 02 do Arapoanga – Planaltina-DF
Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

. Não seja apenas um visitante. Deixe seu comentário. Este é um espaço de intercâmbio de conhecimentos Entre educadores, e não apenas de divulgação de informações e conteúdos PARA educadores