“Continuo buscando, re-procurando. Ensino porque busco, porque indaguei, porque indago e me indago. Pesquiso para conhecer o que ainda não conheço e comunicar e anunciar a novidade”.

Paulo Freire


quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Sugestões de 50 Sites – educativos e divertidos - Sala de Informática

 
A Aprendizagem pode ser divertida!!

A equipe do Educar para Crescer fez uma lista de sites educativos para crianças e adolescentes e solicitou a avaliação de seis especialistas em Educação:
  • Adriana Bruno, professora da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF)
  • Helena Cortês, professora da Faculdade de Educação da PUC-RS
  • Humberto Estevam, diretor de ensino do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro (IFTM)
  • João Luís de Almeida Machado, doutor em Educação pela PUC-SP e coordenador pedagógico da Escola Moppe, em São José dos Campos (SP)
  • Luciana Allan, diretora técnica do Instituto Crescer para a Cidadania
  • Maria Ângela Barbato Carneiro, professora da Faculdade de Educação da PUC-SP
  • Melina Veiga, especialista em Tecnologias Interativas Aplicadas à Educação e professora de Informática do Colégio Santa Marcelina, em São Paulo
Veja a seleção de sites para crianças e adolescentes avaliados pelos educadores. Preste atenção às recomendações e divirta-se com o seu filho!

 clique nos itens abaixo:

 Atividades Educativas reúne diversas atividades educativas para crianças e adolescentes. Aproxima-se de uma enciclopédia interativa, abordando assuntos para diferentes idades, inclusive temas relacionados à educação especial.

 Brinque Book abre espaço para os livros educativos. O internauta pode conhecer também um pouco mais da história dos escritores e ilustradores dos livros infantis em um dos canais do site. Para quem: Mais voltado a professores, o site tem jogos que podem ser aproveitados por crianças a partir dos 5 anos.

 O portal Pró-Menino é uma iniciativa da Fundação Telefônica que busca contribuir para a garantia dos direitos de crianças e adolescentes por meio da sensibilização da população. Dentro do portal, há a Cidade dos Direitos, uma cidade virtual projetada a partir das diretrizes do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Para quem: Para crianças entre 6 e 7 anos

Club Penguin
 No site da Disney , a criança assume a forma de um pinguim avatar colorido e participa de uma série de atividades. Não há anúncios publicitários de terceiros e não é preciso pagar nada para jogar, embora o acesso a algumas atividades requeira uma assinatura. O site oferece segurança para os pais, pois as crianças só podem começar a brincar depois de ter o cadastro autorizado por um adulto. Para quem: Crianças de 7 a 10 anos.

 Clube do Chamequinho 
 site infantil da International Paper, que produz o papel Chamequinho. No portal, os pequenos podem acessar jogos e brincadeiras interativas que estimulam o aprendizado e a criatividade. Já os professores podem usar o website e buscar ferramentas didáticas complementares às atividades dadas em sala de aula.

 
Clubinho Sabesp oferece atividades lúdicas com o objetivo de sensibilizar o público infantil para o uso consciente da água. Para quem: Indicado para crianças de 6 a 13 anos. Não perca: Na seção "Ligadinho", além de notícias, é possível visualizar várias edições da revista virtual do Clubinho Sabesp com entrevistas, dicas e notícias relacionadas ao meio ambiente. 
O que é: O site da série Cocoricó, da TV Cultura, é simples, colorido e educativo. Ofer
ece jogos, pinturas para colorir, quebra-cabeças, entre outras atividades. A linguagem é simples e clara. Para quem: As crianças entre os 5 e os 8 anos são as que mais aproveitarão o conteúdo do site. Não perca: O Jogo das Sete Diferenças, que tem três níveis de dificuldade, adaptado para diferentes faixas etárias. Palavra da especialista: "Recomendo muito esse site. 
l Discovery Kids tem vídeos jogos, atividades e concursos que envolvem os personagens dos desenhos animados do canal. Há também uma seção para pais, com enquete, artigos e propostas de atividades para desenvolver a motricidade das crianças.

 Em inglês, o site Earth Cam for Kids reúne imagens de câmeras espalhadas pelo mundo. Há desde câmeras em aquários e zoológicos até em escolas e universidades. Para quem: Ideal para crianças e adolescentes a partir dos 10 anos que já estudam inglês. Não perca: As câmeras dos zoológicos, que mostram animais das mais diferentes espécies ao vivo. 
EcoKids traz dicas de como preservar o meio ambiente e também exemplos de atitudes prejudiciais ao ecossistema. Os pequenos também encontram na página jogos que envolvem boas maneiras ambientais e até um espaço onde podem conhecer os elementos urbanos que compõem uma cidade. Para quem: Direcionado à faixa etária da Educação Infantil e anos iniciais do Ensino Fundamental. Não perca: As brincadeiras simples que conscientizam desde a infância sobre a importância de preservar a natureza, como o Jogo da Memória, as Receitinhas e os Torpedinhos. Palavra da especialista: "Combinando informação relevante com atividades lúdicas, o site incentiva um trabalho colaborativo entre família e escola voltado à educação ambiental", afirma Helena Cortês, professora da Faculdade de Educação da PUC-RS.

 Eletrobrás Furnas apresenta bons conteúdos para pesquisa escolares, sobre cuidados com a energia e reaproveitamento do lixo, por exemplo. No menu Energia Eficiente, é possível acessar jogos e animações que ajudam no ensino do uso consciente da energia elétrica. Para quem: Os jogos e animações são interessantes para as crianças da faixa etária de 8 anos. Já o "Caderno da energia" e o boletim "Energia e simuladores" são um pouco mais complexos, sendo mais acessíveis a crianças a partir de 10 anos.

 Escola Games são desenvolvidos com acompanhamento pedagógico. O site, no entanto, ainda está em fase de testes. 

 Guardiões da Biosfera é um projeto educacional desenvolvido pela empresa International Paper, responsável pelo papel sulfite Chamequinho. Tem como objetivo estimular as crianças a produzir desenhos sobre as paisagens naturais brasileiras. Para quem: Indicado para crianças entre 6 e 12 anos. Não perca: Os vídeos são o recurso mais interessante do site, pois têm conteúdo lúdico e informativo sobre os biomas brasileiros. Há também o concurso e o blog, que proporcionam interação e participação para os internautas, permitindo que eles enviem seus desenhos, comentários ou mesmo que apresentem dúvidas.

Guia GUIA DO ESTUDANTE tem dicas de cursos, faculdades e até empregos. A página, como o próprio nome diz, se propõe a ser um guia com possibilidades e alternativas de estudo, estágio e trabalho para adolescentes e jovens. Para quem: Voltado para alunos do ensino médio e para aqueles que já ingressaram na faculdade. Não perca: O Guia do Estudante das Galáxias é um jogo que prepara os estudantes para o Enem de forma lúdica e divertida. Palavra da especialista: "O Guia do Estudante é indicado não apenas para jovens. O site constitui indiscutivelmente uma referência séria e fidedigna, em termos da área abrangida, devendo ser indicado/acessado também pela família e pela escola", analisa Para Helena Cortês, professora da Faculdade de Educação da PUC-RS.

 
Guia dos Curiosos , de autoria do jornalista Marcelo Duarte, traz curiosidades sobre todas as áreas do conhecimento. Para quem: Mais interessante para pré-adolescentes e adolescentes.
 O Instituto da Água é um órgão português, que tem como objetivo promover uma gestão sustentável da água. Dentro do site, há uma página voltada para crianças e jovens, com dicas e brincadeiras. Para quem: Se acompanhadas pelos pais, crianças menores de 6 anos podem navegar no site. Caso contrário, sugere-se para pequenos leitores entre 6 e 8 anos. 

 Jogos Educativos reúne uma série de joguinhos que proporcionam uma interação saudável da criança com o computador. Para quem: Ideal para crianças na faixa dos 5 anos. Não perca: O Jogo do Alfabeto, em que, a partir da forma das letras, as crianças devem montar um quebra-cabeça.

Jogos para Crianças apresenta jogos que podem estimular as crianças quanto a raciocínio, concentração e artes. O seu foco maior é a diversão, mas pode proporcionar ganhos educacionais indiretos. Para quem: Os jogos são indicados para crianças que estejam entre os 5 e os 8 anos de idade. Abaixo dessa faixa etária, fica um pouco mais difícil o manuseio e a diversão. Para os mais velhos, há a perda de interesse e a busca por algo mais elaborado, rápido e desafiador.

 Livro Clip traz informações sobre livros, incluindo animações sobre as obras, trechos, biografia do autor e uma seção que transforma o livro em material pedagógico para uso dos professores em salas de aula do ensino fundamental, médio e superior. Para quem: Adolescentes de 14 a 18 anos são os que mais aproveitarão o conteúdo do site. Não perca: As animações sobre as obras, que podem ser postadas em outros sites e blogs. 

Ludotech, um site português, é possível treinar os conhecimentos de Língua Portuguesa de uma forma descontraída e divertida. Os jogos são organizados por assunto e tipo e há ainda alguns passatempos que não estão diretamente relacionados com o português. Para quem: Se acompanhadas pelos pais, crianças menores de 6 anos podem acessar o site. Caso contrário, sugere-se para pequenos leitores entre 6 e 8 anos. 

  O Máquina de Quadrinhos da Turma da Mônica é o 1º editor online de histórias em quadrinhos do Brasil. No site, fãs de todas as idades podem criar suas próprias histórias, usando personagens, cenários, objetos e balões do universo da Turma da Mônica. As histórias são avaliadas pelos visitantes da página, e as melhores poderão até ser publicadas nas revistas da Turma da Mônica. Para quem: É indicado para crianças de 4 a 12 anos. Não perca: A possibilidade de fazer os próprios quadrinhos. Palavra da especialista: "O site desenvolve a criatividade das crianças. Ele estimula a produção de textos e publica as histórias produzidas pelas crianças, depois de aprovadas pela equipe do site. Caso a publicação não seja imediata, as crianças interagem com a equipe e melhoram suas histórias, sendo uma atividade de aprendizagem", diz Luciana Allan, diretora técnica do Instituto Crescer para a Cidadania.

Meleca O Meleca é interessante para pesquisas escolares, sem a necessidade da ajuda de um adulto, pois as informações têm uma linguagem bastante acessível às crianças. Para quem: Para crianças a partir de 7 anos. 

O que é: O Migux é uma plataforma virtual de socialização infantil que tem como objetivo permitir que as crianças utilizem funcionalidades e ferramentas interativas que elas adoram. Para quem: Crianças e pré-adolescentes entre 6 e 12 anos. Não perca: O trabalho artístico tem grande destaque no ambiente, que oferece uma ferramenta de desenho para que os pequenos possam não só "fazer suas artes" como também expor e até presentear os amigos. 
 Mosaico.Edu tem alguns jogos relacionados às disciplinas e outros que visam desenvolver a coordenação motora por meio de jogos sem contexto disciplinar. Para quem: Recomendado para crianças entre 6 e 8 anos. Não perca: As atividades de pintura virtual, ideais para crianças mais novinhas.
 O Mundo do Sítio é um site educativo e de entretenimento baseados nos personagens e na obra de Monteiro Lobato. O grande diferencial é que os pais podem monitorar as atividades dos filhos diariamente. Para quem: O conteúdo é amplo o suficiente para entreter e divertir crianças de diferentes idades, dos 4 aos 12 anos. Não perca: A possibilidade de ler/ouvir trechos da obra clássica e imortal de Monteiro Lobato. 

 revista NOVA ESCOLA é voltado para professores, mas tem também conteúdo que pode ser aproveitado por crianças e adolescentes, como as dicas de estudos e os jogos de matemática. Para quem: O site pode ser aproveitado principalmente por crianças na faixa de 7 a 10 anos. Não perca: A seção "Na Dúvida" é cheia de perguntas e respostas, que podem satisfazer a curiosidade, principalmente de pré-adolescentes e adolescentes.
 O Pequeno Cientista é um site que traz diversas atividades sobre o tema Universo. De dentro de uma nave espacial, as crianças descobrem detalhes sobre os oito planetas do sistema solar, estrelas e galáxias. Muito interativo, é possível até mesmo aterrissar a nave, atirar em asteróides e muito mais. Para quem: Indicado para crianças de 7 a 12 anos.
 Orisinal reúne, em inglês, uma série de joguinhos e passatempos, ideais para momentos livres e de lazer das crianças. Para quem: Indicado para crianças a partir de 6 anos, pois os jogos exigem controle do mouse. 

 Os Abelhudos é um site totalmente criado e voltado para crianças. Segundo os próprios criadores da página, ela busca, através da fantasia, estimular a imaginação, resgatando valores de cidadania, respeito, amizade, amor, igualdade, justiça, culturais e cuidados com o meio ambiente. Para quem: Para crianças a partir de 6 anos.
Pequeno Artista é um espaço aberto para crianças e pré-adolescentes enviarem pinturas, poesias e até piadas de própria autoria e participarem de concursos. No site, também há jogos educativos, dicas de livros e de filmes infantis. Para quem: O site é recomendado para crianças e adolescentes na faixa dos 8 aos 12 anos. Não perca: Crianças e adultos podem enviar as suas contribuições para o site.

 Pintores Famosos conta com a biografia de 37 pintores mundialmente famosos, abordando não apenas os fatos marcantes da vida de cada um, mas principalmente como se desenvolveram suas obras, relacionando-as com outros artistas do mesmo período. Ao lado do texto, há fotos de obras que ilustram o trabalho do artista. Para quem: Pode ser utilizado por crianças a partir de 8 anos, pois a linguagem é bastante simples. Não perca: As biografias de grandes pintores brasileiros, como Di Cavalcanti, Giovanni Oppido, Portinari e Tarsila do Amaral..

 Plenarinho é um canal de interação entre a Câmara dos Deputados e o universo infantil. Além do tema Cidadania, o site disponibiliza conteúdo sobre História do Brasil, Ecologia, Saúde e atividades educativas relacionados a esses temas. Para quem: Indicado para crianças de 7 a 12 anos, pais e professores. Não perca: A seção "Diversão", com vários jogos como: corrida matemática, monte o mapa, sabe tudo e outros. Palavra da especialista: "A linguagem acessível e lúdica facilita a identificação com o público infantil", afirma Luciana Allan, diretora técnica do Instituto Crescer para a Cidadania.

 PIB Mirim integra o tema Povos Indígenas no Brasil (PIB) do Instituto Socioambiental (ISA), organização não-governamental brasileira com sedes em diferentes cidades do país. O site tem como objetivo divulgar informações qualificadas sobre os diferentes povos indígenas que vivem no Brasil. Pretende atingir crianças, usando uma linguagem divertida e educativa. Para quem: Crianças e pré-adolescentes de 7 a 12 anos. 

. Q Divertido é levar às crianças informação de qualidade e divertimento. A página tem desde artigos e contos até receitas simples que podem ser executadas pelos pequenos. Para quem: Recomendado para crianças de 3 a 9 anos.

 RECREIO oferece às crianças cinco canais com diferentes atividades interativas. Entre jogos e atividades artísticas - que o pequeno internauta pode fazer sozinho para se divertir -, ele também pode testar e aprimorar os conhecimentos sobre ciência, história e artes no item "Fique por Dentro". Para quem: Indicado para uma faixa etária ampla, ele pode atrai
r, em especial, as crianças das séries iniciais do Ensino Fundamental. Não perca: Na seção Atividades, a criança encontra sugestões de diversas brincadeiras temáticas que podem ser feitas longe do computador. Há atividades como mágicas e arte com sucata. 

Ruth Rocha , especializada em orientação educacional e literatura infantil, contém algumas atividades interativas sobre leitura. Também estão disponíveis no site as capas das obras da escritora e algumas fotos que permitem ao internauta conhecer um pouco mais sobre a vida de Ruth Rocha. 

 Saúde Animal é um site com dicas na área de saúde, manejo e criação de animais domésticos e selvagens. Para quem: Para toda e qualquer criança que goste de animais. Não perca: O Zoo virtual, com informações sobre as mais diversas espécies. Palavra da especialista: "O site contribui para que as crianças e jovens tenham informações qualificadas sobre o reino animal e, inclusive, aprendam a respeitar a natureza e conviver com os animais em seu habitat", Luciana Allan, do Instituto Crescer para a Cidadania, o site

 Senninha, em homenagem a Ayrton Senna, traz jogos, passatempos e até um cineminha, com vídeos curtos e até orientações sobre como f
azer uma animação. Para quem: É ideal para crianças de até 10 anos. 


Sítio do Pica-Pau Amarelo. Para quem: Tem atividades voltadas para crianças de todas as idades (e, até, para adolescentes e adultos, em caso de busca de material sobre a produção literária de Monteiro Lobato). Não perca: As atividades protagonizadas pelos clássicos personagens de Lobato. 

Smart Kids mantém um portal de conteúdo e uma agência criativa para a produção de conteúdo e projetos de comunicação infantil. O site tem brincadeiras, passatempos e atividades, além de um espaço específico para os professores. Para quem: É destinado a crianças dos anos iniciais do Ensino Fundamental e da Educação Infantil. Não perca: A seção de Especiais tem conteúdos educativos que abordam diferentes assuntos, como o corpo humano e orientações sobre como ver as horas.

 Só Matemática oferece material de apoio e exercícios para os que querem treinar, se exercitar ou apenas se divertir. Há desafios, dicas, jogos matemáticos, um pouco de história e até auxílio para os vestibulandos. Para quem: Pode ser usado por crianças a partir dos 6 anos e até por quem já está no ensino superior. Não perca: Os ambientes interativos, como fóruns de discussão e comunidades.

 SuperMundo reúne o conteúdo das revistas SUPERINTERESSANTE, MUNDO ESTRANHO e AVENTURAS NA HISTÓRIA. Para quem: É voltado para o público em geral, mas é mais interessante para estudantes das séries finais do Ensino Fundamental e do Ensino Médio. Não perca: A seção de infográficos do site. Há desde um infográfico sobre o tráfico de drogas até um que ensina os golpes do tae kwon do , passando por um sobre as células do corpo humano. Palavra da especialista: "O site permite, sem sombra de dúvidas, bons momentos de navegação: combina informações sérias e divertidas sobre quase tudo o que possa interessar ao usuário", avalia Helena Cortês, professora da Faculdade de Educação da PUC-RS.

 Tainá 3 é o site do terceiro filme infanto-juvenil de aventura sobre a personagem Tainá. O lançamento está previsto ainda para 2011. Para quem: Para crianças e pré-adolescentes de 3 a 12 anos. Não perca: Não esqueça de ligar as caixas de som. O site tem os sons da floresta! 


 Terra Crianças, além de atividades divertidas, há curiosidades, receitas e livros sendo disponibilizados, o que estimula a leitura e a curiosidade e faz com que as crianças aprendam a respeito de assuntos diversos, como ciência, matemática ou história ao mesmo tempo em que se divertem. Para quem: O site tem uma variedade de opções bastante ampla, portanto pode agradar tanto a crianças menores quanto pré-adolescentes. Ou seja, é interessante para um público que vai de 4 a 14 anos. Não perca: As receitas podem ser feitas em casa com apoio dos pais, tornando-se uma boa diversão ao mesmo tempo em que integra a família, ensina medidas e um pouco de química. Ao final, vocês ainda poderão se deliciar juntos com os quitutes. 

 The Table Trees é ideal para as crianças que estão aprendendo tabuada, pois faz os internautas exercitarem seus conhecimentos preenchendo lacunas ou no resultado ou em um dos fatores da conta. Estimula a lógica e o raciocínio de forma divertida. Para quem: Indicado para crianças a partir dos 8 anos. Não perca: A oportunidade de treinar o inglês e a tabuada ao mesmo tempo. Palavra da especialista: "O site tem uma proposta muito simples para se trabalhar a tabuada. Pode ser uma estratégia de apoio para pais e educadores", avalia Melina Veiga, do Centro Universitário UniÍtalo e do Colégio Santa Marcelina.

 Tribo do Guarná é um bom site para falar da cultura indígena e da Amazônia, pois traz desde ditados populares até receitas de pratos da região. Ideal para mostrar à criança perto do Dia do Índio, pois agrega informações sobre uma determinada região à cultura das crianças de maneira lúdica. Para quem: Pode ser acessado a partir da Educação Infantil. No entanto, alguns links exigem a orientação de adultos. 

 TV Rá Tim Bum, da TV Cultura tem jogos, imagens, programas de rádio, vídeos e atividades interativas com os temas dos programas infantis da emissora. Além disso, há uma agenda com diversos eventos educativos e uma área exclusiva para pais. Para quem: Mais indicado para crianças em fase pré-escolar e pré-alfabetização. Não perca: A seção de Vídeos tem filmes muito educativos e é constantemente atualizada. Entre os mais recentes, destaca-se um sobre a gripe suína. 

 Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) propõe-se a divulgar e defender os direitos da criança e do adolescente, trazendo jogos e informações sobre temas como a prevenção da AIDS, o combate à violência contra a criança, a defesa da educação escolar e da proteção da saúde. Para quem: É indicado para crianças a partir dos 7 anos e pré-adolescentes. Não perca: No teste, o seu filho pode descobrir se está bem informado sobre os direitos da criança e do adolescente.



 UOL Crianças é a página de conteúdo infantil do portal UOL. Reúne brincadeiras, curiosidades, blogs, atividades de apoio ao trabalho escolar, games, piadas e até sugestões de passeios. Para quem: Ideal para a faixa que vai dos 7 aos 14 anos. Não perca: O Blog do Lelê, o sobrinho fictício do escritor José Roberto Torero. O blog é tão divertido que já ficou famoso na internet, até mesmo entre os adultos. Palavra da especialista: "O site combina adequadamente diversão e conhecimento", afirma Helena Cortês, professora da Faculdade de Educação da PUC-RS.



Muito mais informações sobre cada um destes sites e a análise dos especialistas vejam no site 
Referência
Recomento este site
 Educar para Crescer
http://educarparacrescer.abril.com.br/
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

. Não seja apenas um visitante. Deixe seu comentário. Este é um espaço de intercâmbio de conhecimentos Entre educadores, e não apenas de divulgação de informações e conteúdos PARA educadores