“Continuo buscando, re-procurando. Ensino porque busco, porque indaguei, porque indago e me indago. Pesquiso para conhecer o que ainda não conheço e comunicar e anunciar a novidade”.

Paulo Freire


domingo, 31 de outubro de 2010

SEXUALIDADE INFANTIL - ORIENTAÇÃO SEXUAL

       O educadores estão conscientes de que um trabalho de Orientação Sexual é necessário ser realizado na escola, desde a Educação Infantil, a partir de  conteúdos formais : anatomia e fisiologia do corpo, reprodução.. e as questões ligadas á sexualidade surgirão espontâneamente, de forma bem natural, assim que cada um sinta a necessidade de saber, de entender, algo que estiver ligado á si mesmo e aos outros.
         Porém, os educadores, estão sentindo grandes dificuldades para desempenhar essa função, apenas 60%  dos professores sentem que possuem essa abertura e 40 %  se sentem totalmente despreparados.
        Estas dificuldades, compreensíveis, pois tem suas origens em questões pessoais, pela falta de preparação e ignorância das formas de abordagens de um tema, que desde a idade média  foi considerado tabu.
        É neste momento que o profissional da psicopedagogia, sempre voltada em seus postulados, ás dificuldades de aprendizagem, usam de vários recursos, sejam preventivos ou terapêuticos,  estão preparados para a Orientação Sexual. A psicopedagogia, os professores, todos os atores da escola e a família, deverão estar juntos nesta empreitada. Se o servidor da escola encontram duas crianças no banheiro se tocando, caso não esteja preparado para orientá-los, chame quem esteja. O que não pode acontecer são orientações disparatadas que sem ajudar vão atrapalhar.

        Partindo do princípio de que uma sexualidade mal direcionada, ou equivocada vai interferir no processo de aprendizagem, pois surge a questão da identidade, sendo que a relação entre auto conhecimento, sexualidade e aprendizagem é imprescindível.
         No dia-a-dia da sala de aula o que pode ser feito com praticidade, pois as teorias são fundamentais, mas as práticas é que vão nortear o aprendizado?
        O educador sabe que nos Parâmetros Curriculares contém os temas transversais que deverão ser trabalhados e entre eles Educação Sexual.
       Não é necessário entrar em pânico, pensando que vai ter que preparar uma aula sobre um determinado assunto. Os temas da sexualidade surgem espontâneamente, a todo momento, através de fatos noticiados que causam impacto e chegam ao conhecimento das crianças, pela mídia; pelas referências verbais ou por reprodução, por imitações, de práticas sexuais discordantes do estágio de desenvolvimento de um aluno, ou de uma turma... curiosidades recheadas de perguntas, de dúvidas... Excelentes ocasiões que surgem naturalmente,e que nunca faltarão...
      Aí sim, o educador, a escola devem estar preparados para este primeiro  momento e em seguida trabalhar a situação atual, com os alunos, e estender um projeto a toda a escola.
     
"Toda educação sexual precisa fundamentar-se nos alicerces da vida do ser humano, marcada pelos registros inconscientes dos primeiros contatos e experiências. Os pais e educadores devem estar conscientes de que a educação sexual correta desde a infância promove o desenvolvimento de um ser humano saudável mentalmente e fisicamente. O indivíduo aprende a refletir sobre seus valores, distinguindo o conceito de certo e errado diante do mundo em que vive. Aprenderá a respeitar a individualidade e a opção sexual de cada um, pois o importante é viver e estar bem resolvido consigo mesmo.
Fagundes nos diz que “É preciso criar oportunidades para que as pessoas reflitam sobre suas idéias, sentimentos e conflitos na área da sexualidade e envolvam a totalidade do seu ser na re-interpretação e reconstrução da realidade”.
Este indivíduo terá maiores chances de crescer como um ser dotado de maturidade suficiente para saber conduzir cada momento novo que vive, cada problema de forma consciente e segura."Simaia Sampaio(pedagoga e psicopedagoga)http://www.psicopedagogia.com.br/artigos/artigo.asp?entrID=644

Nenhum comentário:

Postar um comentário

. Não seja apenas um visitante. Deixe seu comentário. Este é um espaço de intercâmbio de conhecimentos Entre educadores, e não apenas de divulgação de informações e conteúdos PARA educadores